FRENTE PARLAMENTAR

População de Registro/SP se mobiliza contra o abuso sexual infantil

A praça central da Avenida Clara Gianotti de Souza, em Registro/SP, marcou a primeira ação itinerante da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração de Crianças e Adolescentes em 2019. Apesar da chuva, moradores da cidade participaram do encontro deste sábado (16), que contou com apresentações culturais, palestras e distribuição do gibi Robertinho e Sua Turma.

O entretenimento ficou por conta das rodas de capoeira do grupo Cordão de Ouro, comandado pelo mestre Robinho, também por atletas da Academia Team Silvério, do professor Búfalo Prado, e do grupo de dança da Prefeitura de Registro, representado pela dançarina Bárbara Costa e pela professora Luana Lima.

A visita da frente parlamentar foi requisitada pelo vereador Rafael Freitas (PRB-SP), que observou o aumento do número de casos de violência sexual infantil em Registro. “A população precisa ser alertada para essa triste realidade. A frente parlamentar veio para dizer às famílias que elas não estão sozinhas e que é importante denunciar”, afirmou.

Protegendo o Futuro

O presidente da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração de Crianças e Adolescentes, deputado federal Roberto Alves (PRB-SP), agradeceu à população de Registro pelo acolhimento. Ele destacou que a missão da frente parlamentar é encorajar as pessoas, sejam elas vítimas ou testemunhas, a ligar para o Disque 100 em casos violência sexual.

Ele ressaltou ainda que casos suspeitos também precisam ser levados ao conhecimento das autoridades e que o relato das crianças precisa ser respeitado. “É importante que os pais ouçam e acolham o apelo da criança. Quando ela disser que foi vítima de abuso sexual, leve a sério, apure a veracidade e leve a denúncia às autoridades. É o mínimo que todos nós podemos fazer pelas crianças”, disse Roberto Alves.

O líder da Igreja Bola de Neve, pastor Avelino, agradeceu ao Deputado Roberto Alves pela visita a Registro e destacou o papel dos professores na proteção das crianças. “Quando tem informação, tem confrontação. O silêncio não ajudará em nada uma criança”, destacou.

Já o pastor Wellington, da Universal em Registro, falou da importância de proteger as crianças agora, para que elas não sofram no futuro. “É importante que não se cale, que não faça vistas grossas. Sabemos que muitos problemas pessoais de hoje são por conta de traumas da infância. Por isso, é importante protegermos agora”, ponderou.

Outras Notícias

Comentários