Destaque Geral

Projeto da CNJ visa atendimento especializado para menores vítimas de violência

Esta semana o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) criou um grupo de trabalho voltado para o atendimento de menores vítimas de violência, que conta com a presença de diversos profissionais capacitados para lidar com esse tipo de situação da melhor forma.

Para o deputado Roberto Alves, também presidente da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, é de extrema importância ter uma escuta qualificada. “A criança vítima de violência já carrega consigo inúmeras fragilidades, medo e vergonha. Ter um ambiente seguro e especializado, seguindo os protocolos com profissionais treinados para esse público específico, faz toda a diferença. Contamos com a efetivação desses projetos-piloto para demais tribunais de todo o Brasil, com o objetivo de buscar um atendimento melhor e mais adequado a cada região”, complementa.

É uma forma de garantir respeito e atendimento humanizado a pessoas que passaram por situações de abuso. Cria-se um plano individual de atendimento para cada caso, levando em conta toda sua peculiaridade.

Dessa forma, atuando com eficiência e cautela, assegura proteção para aquela criança e, consequentemente, sua família, trazendo benefícios não somente a eles, mas a toda a sociedade.

Fonte: Agência CNJ de Notícias

Outras Notícias

Comentários