Direitos Iguais

Roberto Alves faz discurso de apoio à luta pela igualdade às pessoas com síndrome de Down

O vice-líder do PRB na Câmara, deputado federal Roberto Alves (PRB-SP), fez um pronunciamento, nesta terça-feira (21), de apoio à luta por mais igualdade e menos preconceito contra as pessoas com síndrome de Down.

Hoje é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down. A data foi instituída há 11 anos pela Organização das Nações Unidas (ONU), com a intenção de conscientizar a sociedade sobre a importância de garantir direitos à igualdade, ao bem-estar e à inclusão das pessoas com Down. O dia 21 foi escolhido em referência à singularidade da triplicação (trissomia) do cromossomo 21, que causa a ocorrência genética da síndrome de Down.

Na avaliação de Roberto Alves, os brasileiros e brasileiras com síndrome de Down só conquistarão o seu espaço na sociedade e conduzirão as suas vidas de forma independente se houver políticas públicas, tanto no tratamento quanto na reabilitação, que levem à inclusão. Essas políticas públicas precisam estar disponíveis das famílias mais carentes.

“A desigualdade não é fruto só da discriminação, nobres deputados. Ela é resultante da ausência de políticas públicas que levem o atendimento especializado às pessoas com síndrome de Down em todas as regiões do país, sobretudo as mais pobres. Sem investimentos e infraestrutura, como poderemos torná-los cidadãos independentes? Ficarão, para sempre, à mercê dos parcos benefícios concedidos pelo poder público? Lamentavelmente, o acesso aos tratamentos médicos e fisioterápicos indicados às pessoas com síndrome de Down tem sido privilégio de poucas famílias”, disse o deputado.

No Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cada 700 bebês, um nasce com trissomia do cromossomo 21. A estimativa é que no Brasil, existam, 270 mil brasileiros com Down.

Outras Notícias

Comentários