DEBATE

Roberto Alves participa de audiência pública no Paraná sobre o abuso sexual infantil

Deputados federais republicanos Roberto Alves (SP) e Aroldo Martins (PR)

O presidente da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, deputado federal Roberto Alves (Republicanos-SP) será o convidado especial de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (ALEP), em Curitiba, nesta sexta-feira (20), que irá debater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

O evento começa às 10h, no plenarinho, com a presença de autoridades políticas e especialistas na área proteção e defesa da infância e juventude paranaense. Entre os palestrantes, estão o secretário de justiça do estado do Paraná, delegado federal Felipe Hayashi, a presidente do colegiado de conselheiros tutelares de Curitiba, Alzira Izabel Steckel, e a sargento da Polícia Militar do Paraná, Tânia Guerreiro, que atua no combate à violência sexual infantil.

Em seguida, será realizada uma mobilização na Praça Senhora da Salete, em frente à ALEP, com apresentação teatral da Força Jovem Universal (FJU).

A audiência pública foi proposta pelo deputado estadual Alexandre Amaro, com o apoio do deputado federal Aroldo Martins, ambos do Republicanos paranaense. Amaro considera fundamental orientar as famílias sobre como proteger as crianças e adolescentes do abuso sexual. “Eu acredito que as pessoas estão desinformadas sobre esse tema. Muitos pais, mães, avós e responsáveis não sabem como identificar os sinais no corpo ou no comportamento da criança os quais podem indicar violência sexual. O deputado Roberto Alves dará uma importante contribuição nesta missão de informar”, afirmou.

Números

Em 2018, o Disque 100 recebeu 18.633 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes em todo o Brasil, segundo informações divulgadas pelo Governo Federal. Ou seja, foram mais de 1.500 casos por mês, 51 por dia, 2 a cada hora.

No estado do Paraná, o Disque 100 registrou, no ano passado, 793 denúncias de violência sexual infantil, sendo 642 de abuso e 122 de exploração. Também foram registrados 31 casos de abuso sexual infantil através da internet. Entre janeiro e junho deste ano, foram registradas 243 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes, praticamente um crime por dia.

O deputado Roberto Alves agradeceu pelo convite dos parlamentares republicanos e disse que a participação da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na audiência pública representa um reconhecimento pelo trabalho realizado na Câmara dos Deputados e no estado de São Paulo. “Os parlamentares republicanos estão unidos nesta causa. O nosso objetivo é criarmos uma corrente nacional em defesa da infância”, destacou ele.

Outras Notícias

Comentários