top of page
Buscar
  • Foto do escritorRoberto Alves

200 anos de independência

Bicentenário da Independência convida à reflexão sobre o Brasil do futuro.


Celebramos o bicentenário da Independência neste 7 de setembro. A data motivou comemorações diversas pelo país e nos convidou à reflexão sobre o desenvolvimento da nação.


Temos de exaltar as conquistas e avanços ao longo desses dois séculos. De outro lado, precisamos reforçar a necessidade da construção permanente do Brasil como nação autônoma e soberana.


Diversos movimentos sociais anteriores a 1822 prepararam o Brasil para a emancipação. Tivemos a Revolta de Felipe dos Santos em 1720, em Vila Rica e a Inconfidência Mineira, em 1792, no mesmo local, associadas à atuação dos revolucionários em Pernambuco em 1817 e na Bahia em 1822, que culminaram com nossa Independência.


A vinda da Família Real Portuguesa para o Brasil em 1808 e a abertura dos portos às nações amigas, prepararam a então colônia, política e financeiramente para a Independência.


O patriarca José Bonifácio de Andrada, com sua experiência, Dom Pedro I, com seu ímpeto e juventude e Dona Leopoldina com sua intuição feminina e conselhos ao marido, merecem ser lembrados com destaque e respeito por todos os brasileiros, como figuras centrais do nosso processo de Independência.


O desafio para o futuro é manter o ritmo de desenvolvimento alcançado nestes 200 anos. O Brasil, país de dimensões continentais e riquezas cobiçadas, se consolidou como uma nação respeitada e soberana. Não podemos perder isto de vista. Comemorar é jogar luz sobre o percurso que nos conduziu até a situação presente, permitindo, em linhas gerais, compreender o passado e planejar o futuro.


Texto: Odair Leitão Alonso | Jornalista MTB 11130 | ASCOM Dep. Fed. Roberto Alves (Republicanos | SP)




Foto: ASCOM | Roberto Alves

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글


bottom of page